Voltando para N.A – 1 dia limpo.

Ontem encontrei com um amigo meu que me deu de presente uma ficha muito linda de N.A …. se liga nela:

thumbnail_IMG_1835

Essa rosa, que atrás dela tem escrito “Welcome Back”.

EPXJzmMWkAQHu8_

Essa ficha é Australiana, e meu amigo ganhou lá no Rio quando ele foi partilhar lá nessa última semana num evento que rolou por lá. E ele me deu de presente e disse “tó”. hahahahahahah “Volta ae”.

Eu fiquei muito feliz!!!! Eu AMO rosa!!!! E tem escrito Welcome Back … nossa tudo muito perfeito e eu me senti muito querida e tals e fiquei com muita vontade de voltar mesmo sabe?

Como vocês podem ver na primeira foto eu já tinha ido um dia outra vez e reingressado na irmandade e pegado a ficha branca de novo porque quando eu saí da irmandade eu tinha ficado chateada com a irmandade por vários motivos…

tipo… um dos motivos tinha sido que eu tinha percebido que toda vez que eu voltava um monte de garoto dava em cima de mim, me urubuzava e eu ficava incomodada com isso… sabe, não sentia que os companheiros me respeitavam muito nesse sentido…

E o outro motivo foi que eu quando mais precisei de ajuda – que foi quando eu passei um perrengue fudido com relação a grana que eu tava tipo passando fome mesmo em casa – ninguém me ajudou … tipo ninguém me emprestou dinheiro ou deu um prato de comida pra eu comer… e eu fiquei chateada.

Mas hoje em dia eu vejo as coisas um pouco diferente… é #pokas ideias, to ali pra fazer minha recuperação mesmo, sei que ninguém vai me ajudar mesmo e to ali por mim pra fazer o meu, ficar limpa e continuar voltando. Só isso. Sem esperar muita coisa de ninguém e é isso…

Na igreja quando eu estava frequentando de setembro a novembro do ano passado eu tive uma boa fase… minha mãe foi curada mas também as coisas foram se acertando em paralelo… Deus foi abençoando? Foi. Mas tipo, minha mãe foi fazendo o tratamento médico e foi dando certo, ela foi recuperando a saúde aos poucos e também criou consciência de que precisava mudar os hábitos dela… e isso ela vem se esforçando pra mudar até hoje.

Eu, dentro da igreja durante esses 3 meses fui bem radical também: perdoei todo mundo que precisava ser perdoado… parei de fumar cigarro, parei de beber, parei de usar droga (maconha), parei até de transar – porque só podia se relacionar com quem fosse de dentro da igreja e eu não me relacionava com ninguém da igreja… ou seja nem beijar na boca eu beijava por 3 meses… – E era ler Bíblia quando acordava, depois orar, estudar, ir pra igreja, ir pra aula, casa, comer e dormir. Só.

Até que eu comecei a surtar… mas eu acho que foi porque antes de começar a frequentar a igreja eu passei 3 meses em casa fumando maconha da hora que eu acordava até a hora de dormir… sem nem praticamente comer. Então quando eu entrei pra igreja eu cortei tudo… aí depois de um tempo eu dei uma surtada de leve… veio meio que um surto em mim…. eu tava bem lelé … daí eu continuava indo pra igreja e tals mas não tava funcionando “espantar aquele demônio de mim”. hahahahahahah

Aí fui parar no hospital… na psiquiatria e tal… como sempre acabo parando… fui lá… peguei uma folga de 1 semana…. isso eu ainda tava em aula e minha Professora foi super boazinha comigo e não me deu falta nenhuma… Ah! É pre-ci-so lembrar que eu fui parar nessa vibe de fumar maconha que nem louca porque minha mãe estava doente e a gente tava passando perrengue – sem grana e tals pra pagar um plano de saúde pra ela se tratar e encontramos com minha irmã no super mercado e ela virou na nossa cara e disse pra mim na frente da minha mãe “Sua mãe vai morrer! Acorda! Você vai ficar sozinha! Ninguém vai te ajudar, eu não vou te ajudar! Você não vai ter ninguém! Vai morar embaixo da ponte! Vai perder tudo! Você não tem que estudar coisa nenhuma! Tem que arrumar um emprego! Vai trabalhar! Acorda garota!”

E quando se passou um tempo depois disso eu também conheci um cara que me tratou muito mal… ele me chamou no segundo encontro pra ir na casa dele e depois que a gente transou ele virou pra mim e disse “Posso te pedir uma coisa?” Aí eu disse “Pode, claro…” aí ele “Você se incomoda de abrir a porta, apertar o botão do elevador, chamar o elevador, descer, aí quando você chegar lá embaixo vai ter uma porta, aí você abre essa porta, vai ter outra, aí você abre ela, vai ter outro botão, você aperta esse botão… você já vai estar quase perto da saída… lá da portaria…”

Mano… ninguém NUN-CA tinha me tratado assim.

E tipo…. eu tava de boinhas no instagram essa época… não postava foto sensuellen nenhuma no insta ou coisa vulgar nenhuma… não sei de ONDE essa criatura tirou a ideia de que podia me tratar desse jeito! E mesmo que eu tivesse fotos sensuais no instagram não justificaria tal ato.

Mas enfim… tava na igreja, perdoei essas pessoas, vida que segue.

O mais louco da igreja de perdoar é vc fazer uma oração pedindo pra Deus tirar a mágoa que você tem dessas pessoas e pedir pra Deus abençoar a vida dessas pessoas mais que a sua. Só que quando você faz isso você ta com raiva, ressentido, triste… chateado… Mano.. o bagulho é loko. É um puta exercício de perdão mesmo… porque quando você consegue isso você se livra do sentimento negativo mesmo.

Mas enfim, eu queria dizer que a igreja é legal mas é muito radical… talvez eu precisasse de um equilíbrio e o NA talvez fosse esse equilíbrio… não sei se fosse melhor eu frequentar a igreja E o NA ou só o NA… não sei como que vai ficar essa história…

Porque assim … a igreja eu preciso frequentar segunda, quarta, sexta e domingo.

Já o NA eu preciso frequentar todo dia.

Então não sei…. não sei como que eu vou equilibrar essas coisas… e as ideias… bem, hoje foi terça-feira e eu fui pro NA… amanhã eu to afim de ir no NA de novo…. mas amanhã tem igreja…

thumbnail_IMG_1631

Esses são os horários do Templo de Salomão… acho que dá pra pegar uma igrejinha de manhã…. ir no grupo á noite… resolver a vida a tarde…

E quando a faculdade começar … aí eu bolo outro esquema. Mas nada preocupante porque eu só vou ter aula segunda e quinta á noite. Até lá tem chão. E devo estar um pouco mais forte nesse meio tempo. 😀

Mas sei lá mano… eu me sinto mó bem dentro de NA… o bagulho lá dentro é mó vida loka sendo careta. hahahahahahaha sabe assim? Eu me identifico mais. 😀

Acho que na igreja é tudo muito certinho… muito caretinha demais… muito quadradinho e não tem muito a ver comigo. A não ser o fato de buscar a Deus. isso eu curto. Mas fora isso… as coisas que são ditas na igreja eu não me identifico não.

Gosto muito mais das partilhas sinceras de NA…. que tá ligado que a parada é aquilo mesmo. Tipo… lembrar de quando a gente usava e ficava daqueeeeele jeito e a gente fala de um jeito engraçado mas que na verdade era só dor e ver que hoje em dia a gente não precisa mais disso. Essas coisas que pegam mais do que quando um pastor fala de moralismos.

Sei lá quando eu vou numa reunião de NA e eu ouço “Quando eu ia na prainha paulista e chegava lá na sexta feira e só ia embora no domingo depois do Fantástico… imagina … as famílias passeando no domingo com os carrinhos com crianças e eu lá como, com que cara? depois de 3 dias virados na mesma calçada?” Eu me identifico com essas coisas, saca? Pq se deixar eu faço a MESMA coisa. Vou pra balada na sexta e volto segunda de manhã.

Hoje em dia não mais… mas se deixar, eu saio na sexta, volto pra casa, durmo, acordo, tomo um banho, me arrumo, saio de novo. Volto, durmo, tomo banho, saio de novo. Volto, durmo, acordo, tomo banho, saio de novo. Non Stop.

Qual é a diferença? Tá no pique… tá no grau do after… tá disfuncional.

E eu não quero isso.

Pelo menos na época que entrei de férias até o Ano Novo foi nesse ritmo … credo.

Ou seja, da época que saí da igreja, em novembro, que entrei de férias, até o fim do ano eu saí da casinha de novo… e isso não foi nem um pouco legal.

Agora em Janeiro eu procurei voltar pra igreja… mas não consegui pegar firme como antes…. e agora to procurando ficar em NA.

vamos ver…. tá todo mundo me dando forças. Esse amigo… minha mãe… outro amigo que tá lá no Sul… outra amiga aqui de São Paulo… recebi mensagens significativas no dia de hoje que me deixaram feliz e entusiasmada.

Amanhã é um novo dia. Já dizia a música. hahahahahahhahaha Vamos ver o que acontece. ❤

Beijos,

Mah.

 

 

Um comentário em “Voltando para N.A – 1 dia limpo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s