Geeeeente!!! Olha o que eu achei!!!

Um pacotão com 30 mil petições de acordo com o Novo CPC e a Nova CLT!!!!
Que demais!!!! Quero comprar agora!!!! 

Se liga nisso:

Anuncio30mil


Tem a Pink Mouth? Eu devia ser a Big Mouth…. hahahahhaha

hahahahahahahah Caraca que entrevista de estágio engraçada!!!!

Não… cheguei lá era num prédio que eu já tinha ido de outras vezes… daí já me senti meio que em casa… nisso eu cheguei atrasada e escrevi uma redação sobre “O momento político no Brasil”.

Aproveitei que tinha escrito o artigo pro Laboratório do Ibccrim e escrevi coisas parecidas ao que já tinha escrito só que falando mais pro lado do Direito Trabalhista e puxando um pouco a sardinha, claro, pro Direito Penal também. E fiz uns comentários sobre o Congresso Nacional deles estarem querendo verba do orçamento do executivo e que tá rolando uma especulação de que num momento futuro o Chefe do Executivo será cobrado pelo valor que faltará no caixa da mesma forma como foi cobrado no governo Dilma Roussef. (Foi minha mãe quem me falou isso… e fiz questão de falar que eu estava longe de querer defender o Chefe do Executivo, que isso na verdade só demonstrava jogo de interesse político em que a população é sempre deixada de lado sem benefício algum)

Ok.

Aí fomos pra entrevista… Mano…. eu tava lá toda empolgada falando que meu coeficiente de rendimento é 7,9 e que eu sou uma ótima aluna e tal tal tal …. hahahhahahaah E que eu tive aulas de Direito do Trabalho antes da Reforma mas que nesse semestre eu estou tendo aula de Direito do Trabalho então nesse semestre eu estou me atualizando… e aí a BIG MOUTH aqui falou “ah inclusive eu hoje estou querendo passar numa livraria e comprar umas doutrinas pra me atualizar né… comprar uns livros e tal…” mas tinha comentado que eu tava participando do grupo do ibccrim e tinha um trabalho pra entregar no final de março e tal daí a moça perguntou: “vc é ansiosa?”

HAUHAUAHUAHAUAUAHAHAH

Acho que ela me interpretou errado …. tipo como se eu tivesse querendo falar que eu já ia sair dali pra comprar livro pra me atualizar… mas aí eu falei “Nãaao… é que eu tenho o trabalho do ibccrim pra fazer né… daí pensei que hoje eu vou no estágio, depois eu passo na livraria… é que eu sou meio compulsiva por livro” hahahahahahahhahahahaha

Manooo…. gente mas é que eu não to acostumada com essa coisa do “a gente entra em contato com vc depois”…. sabe? Pra mim a vida toda foi chegar na entrevista e na hora me contratarem. Tipo pra começar segunda feira!!!! Na mesma semana… sei lá!!! Então pra mim tudo é pra ontem!!! Eu to acostumada a fazer as coisas pra logo… saca?

Vamo trabalhar? Então vamo! Sabe assim?

Lets go lets go lets go !!!

Então pra mim é tipo ok já fui na entrevista, voltei pra casa, vou almoçar, vou voltar pro centro pra biblioteca do ibccrim pra estudar/fazer o artigo… do lado lá tem uma saraiva daí eu já vejo os livros que eu quero comprar…. Jaspion Life!!!! Tá ligado? Tudo pra Now!

Ahhhh gente…. pelo amooorrrr…. não tenho paciência não.

Tô aqui. Meu currículo é bom pra caceta. Quer me contratar beleza. Não quer? Beijo!

hauhauhauahuaahah gente…. que entrevista engraçada…

“vc é ansiosa?”

Dá vontade de responder: Ahhh não sei Sra Recrutadora, o que você acha de uma menina que concluiu as 247 horas de Atividades Complementares TODAS já no 4º período?

HAUHAUHAUHAUAHAUHAUHUAHAUHAUHA

Manooooooo AAAAHHHHH ANSIOSA???? Imaaaaginnnaaaa Eu só tenho vontade de prestar a OAB ontem! e Acabar a faculdade Hoje. E morar em Portugal amanhã.

HAUHAUAUHAHUAHAUHAUAHUAHAUHAUAHAUA

BYE BYE BRAZEEEELLL ❤

xoxoxoxooxoxoxooxoxoxoxooxoxoxooxoxooxoxxoxxoxoxoxoxox (despedida americana)

voltando…

Mas calma… isso são apenas possibilidades….. essa coisa que eu fico falando de ir embora pra Portugal… de ir fazer qualquer coisa depois da facul em Portugal.. não é nada certo.

Então nesse sentido eu acho que respondi certinho pra ela quando ela me perguntou o que que eu pretendia fazer depois de formada: Eu respondi que eu seria advogada ou prestaria concurso público que tudo ia depender de como eu entrasse no mercado de trabalho, que eu vejo que hoje em dia o que tá faltando pra mim mesmo é o estágio. E que podia ser em qualquer área. Que eu precisava adquirir a prática jurídica do dia a dia… o know-how. Que o meu maior sonho era estagiar/trabalhar com Direito Penal mas que podia ser qualquer área… porque eu preciso do know-how.

O:)

Ai gente… tô brincando tá… bastava dizer “ansiosa? ahhh sou um pouquinho…” kkkk 🙈

xoxoxooxoxoxoxooxoxooxoxoxoxoxooxoxoxoooxoxoxoxoooxxoxo

Eu sei que vocês me conhecem, mas vai saber…

thumbnail_IMG_3257

É real que sou compulsiva por livros da mesma forma que alguns estão desatualizados, pois comecei a faculdade em 2013… então por exemplo: Eu queria comprar uns livros novos de Direito do Trabalho mesmo – porque tô tendo aula dessa matéria nesse semestre, e nessa semana teve Prova na faculdade e não deu tempo de comprar… e também quero comprar o livro 2019 do Pedro Lenza – Direito Constitucional Esquematizado.

Eu inclusive tenho o livro do Maurício Godinho Delgado que deu dó dele ter ficado desatualizado…. porque é uma doutrina 5 estrelas de Direito do Trabalho e eu devo ter pagado mais de 200, 300 contos nela. E hoje em dia… ela não serve mais pra nada. 😦

Agora devidamente recuperada, a gnt corre atrás dos nossos objetivos! Porque não dá pra parar!!! hahahahaha :) – Melhor assim ^_^

thumbnail_IMG_3250

Entrevista de estágio! hahahahahaha

Acho que tá na hora de eu começar a pesquisar sobre a empresa, dar uma lida sobre as leis trabalhistas que mudaram todas… alguma coisa sobre civil…. e quem sabe rever aquele filme The Secret pra pensar positivo talvez alguma vez na vida?!

Hoje eu começo a escrever o artigo do GEA. Pq pelo menos isso só depende de mim.

Talvez eu passe em alguma livraria pra comprar uns livros novos de Direito… que eu tô precisando… E seria uma boa passar na biblioteca do ibccrim pra ler os livros de lá pra fazer o artigo do grupo porque eu to precisando ler umas coisas novas já que eu tenho que mudar o trabalho…

Isso aí.. bora produzir.

Uma ótima sexta pra todos vocês.

E que se a semana de vocês tiver sido tão dura quanto a minha, não se preocupem! O caminho não é feito só de rosas. 🙂 É muita luta mesmo e a gente tem que ser forte a cada dia que passa pra passar por tudo isso e continuar lutando! De pé e de cabeça erguida 😀

eeeeeeee!!!!

O choro é livre. :~ E eu já desidratei.

RecursoMairaBrito_TesteProgresso

Tentei entrar com o máximo de recurso possível em cima das questões de prova.

Mas sinceramente eu acho um ABSURDO esse tipo de prova.

Cobrar nomenclatura do Pedro Lenza de classificação da Constituição em Ontológica sendo que em sala de aula o Professor nunca deu esse tipo de nomenclatura pra gente.

E por aí vai… Competência Privativa da União em legislar sobre Direito Urbanístico?! Oi?! Fala sério!!! QUANDO que falaram isso pra gente em sala de aula??? NUNCAAAAA!!!

E cobrar isso numa porra de uma prova dessas. Sério … é pra gente se cagar de raiva mesmo!!!!

61QVcHDOsuL._AC_SX425_

E quem trancou o curso e voltou agora e teve aula de Direito do Trabalho ANTES da Reforma? Faz como pra responder às novas questões?
Começa a faculdade toda de novo?

Não faz sentidooooo essa provaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!! É injustaaaaa!!! É mal feitaaaaa!!!!
A aplicação dela só SERVE PRA FUDER OS ALUNOS!!!!

E o pior!!!!: Eu ainda PAGO por isso.

Jesus…

Nossa…. ontem eu sur-tei.

Essa prova da faculdade não faz bem pro meu psicológico não…
Eu falei um monte prum amigo meu, o Pek, no whatsapp sobre a prova… ele tava tentando me ajudar e eu surtando com ele… daí escrevi um email pros coordenadores do meu curso da faculdade dizendo que eu estava indignada com a prova… nossa… eu tava tão estressada que eu comi um hambúrguer e tive diarreia a madrugada inteira.

sério…. foi bizarro ontem. 😦

to começando a melhorar hoje só agora… e mesmo assim eu to horrorosa parecendo um monstro. :~

não sei porque eu surto tanto com essa questão de nota… eu fiquei no meu quarto sozinha xingando Deus e o Mundo… minha mãe tava lá no quarto dela de boa… eu nem mexi com ela…. mas eu tava aqui no meu quarto pirando…. montei um recurso pras questões da prova com plano de ensino, com isso com aquilo, com foto de provas que eu já tinha feito nos semestres anteriores… mano…. eu tava muito puta e revoltada com a tal prova.

Ainda mais depois de ter feito a prova na raça e sair da prova e virem me falar que colaram as 25 questões.

Sei lá… acho que foi muita coisa ao mesmo tempo que me fez perder alguns parafusos.

e eu surtei. 😦

082673f0d75b9179d159f968d5c5ee71

ahaha ahahhhh ahhhhh (choro)  Eu não gosto de surtar.

Enfim. Tirei 4 na prova. 💔

 

Sobre o Teste de Progresso…

Teste de Progresso_2020.1_NOTURNO_com gabarito provisório

Essa foi a Prova que eu fiquei que nem uma imbecil estudando pra não cair nada do conteúdo que eu estudei porque quando chega na hora da prova caem outras matérias que não tem nada a ver com a matéria do que a gente já estudou nos semestres passados…

E tem dois erros nas questões 15 e 18.

Na questão 15 eu acredito que se um contrato já foi estipulado de compra e venda, independente da tradição se a vaca vem a parir dois filhotes os mesmos serão do comprador e não do vendedor por força do contrato firmado.

Já na questão 18 a resposta correta é a letra A e não a letra C.

Uma coisa é certa: Só tira nota 10 nessa prova quem cola. Porque é uma puta prova mal feita, que não contempla as matérias que a gente realmente já teve na faculdade e mal corrigida. É uma puta enganação.

Tô puta. de novo.

 

Não… tá certo…

Na literalidade do art. 237: “Até a tradição pertence ao devedor a coisa, com os seus melhoramentos e acrescidos, pelos quais poderá exigir aumento no preço; se o credor não anuir, poderá o devedor resolver a obrigação”.

Só que na outra questão era uma questão de Direito do Consumidor que não tivemos essa matéria até agora… e era questão 18….

Captura de Tela 2020-03-04 às 15.43.47

Sobre o dia de hoje…

Hoje eu consegui comer uma alimentação mais saudável 😀 eeeeee!!!!

 

E fiquei com a seguinte dúvida em relação á produção de leis penais e processuais penais no nosso ordenamento jurídico… 🤔

Porque por exemplo o Min. Sergio Moro propôs o Pacote Anti Crime, mas quem pode intervir nesse Pacote é o Congresso Nacional… mas e o judiciário atuando em controle prévio de constitucionalidade lá no processo legislativo de normas constitucionais? Se essas normas versarem sobre normas penais? como funciona? 

Tá… daí fiquei com essa dúvida… nisso eu faltei aula hoje de Direito do Trabalho pra ficar em casa estudando pra prova de amanhã… mas eu to me arrastando pra estudar. 😫

Tô de saco cheio de tanto ler e não concluir matéria nenhuma e parece que quanto mais eu leio mais coisa tem pra ler…

O cronograma da prova de amanhã é o seguinte:

Civil:

  1. Direitos Reais e Propriedade Intelectual
  2. Parte Geral
  3. Obrigações e Responsabilidade Civil
  4. Contratos
  5. Família e Sucessões

Processo Civil:

  1. Recursos
  2. Teoria do Processo
  3. Processo de Conhecimento

Direito Penal:

  1. Penal I 
  2. Penal II
  3. Processo Penal

Direito Constitucional:

  1. Teoria Geral do Estado
  2. Introdução ao Estudo do Direito
  3. Filosofia do Direito
  4. Direito Constitucional I
  5. Direito Constitucional II

Direito Empresarial:

  1. Direito Empresarial I
  2. Direito Empresarial II

XOXOOXOXOXOOXOOXOXOXOOXXXOXOXOXOXOXOOXOXOX

Então, as de rosa foram as que eu já estudei até agora… sendo que Reais e Obrigações é o que eu estou tentando estudar nesse momento ao mesmo tempo pois elas se distinguem e se complementam. São assuntos análogos.

As de laranja eu tentaria resolver exercícios porque eu acho que eu teria facilidade com essas matérias… mas tem que resolver uns exercícios pra ver como está meu desempenho.

E todas as outras são coisas que eu ainda teria que ver. 😢

Bom, pelo menos deu pra ver agora que em 6 dias eu estudo essas matérias, pois estou estudando desde quinta passada… e hoje é segunda feira… e ainda tem amanhã, terça feira pra estudar antes de ir pra prova. 

Então, eu já estou me preparando pra ir pra prova sem o domínio do conteúdo completo… mas pelo menos agora eu já tenho ideia de quanto tempo eu precisaria pra ver pelo menos o início da matéria que seriam de pelo menos 6 dias.

Porque cansa né, gente? Todo dia estudar umas 4 horas, lendo, resolvendo exercício… é cansativo… então não dá pra ficar 14h todos os dias e acabar com os assuntos de uma vez só… eu pelo menos tô vendo que por dia eu consigo ficar no máximo umas 4h horas rendendo bem. Lendo, fazendo resumo, resolvendo questão… mas é isso… pra início de matéria pelo menos 6 dias. Estudando todos os dias.

XOXOXOXOXOXOOXOXXOXOOXOXOXOXXO

Minha mãe também disse que eu preciso relaxar pra não ficar tão tensa na hora da prova e colocar na minha cabeça que eu não preciso fazer as coisas que estão acima do meu limite…

Eu prefiro dizer que tudo é questão de planejamento. HAUHAUHAUAHUAHUA

Tá.. não deu pra fechar o conteúdo nesse semestre pra prova desse semestre, ok. Mas no próximo semestre tem essa prova de novo… daí o que que eu fiz… to anotando aqui no blog como foram as etapas do processo de aprendizado pra quando chegar no semestre que vem eu começar a estudar pelo menos com 20 dias de antecedência. Que daí é mais provável que eu feche o conteúdo. Basta conciliar a agenda. E sacrificar feriados e festas.

Por que né? Eu mal cheguei de viagem, tava com cabeça zero pra estudar e pra piorar ainda teve carnaval… aí ferrou tudo. 😢

Preciso me dedicar mais agora nos estudos e botar pra quebrar. 

XOXOXOXOOXXOOXOXOXOOXOXOXOOXXOXOXOXOOXXOXO

Talvez eu precise de uma estratégia mais sniper pra prova de amanhã…

acho que vou terminar de estudar Reais e Obrigações e as outras matérias que eu ainda tenho que ver eu vou selecionar uns tópicos mais relevantes e fazer uma revisão. Ao invés de querer ver toda a matéria que não vai dar tempo…. eu pego e vejo alguns assuntos, de tudo o que falta, que sejam mais relevantes e relembro dessas partes. E pelo menos vou assim sabendo alguma coisa… tipo um pouquinho de tudo… das coisas mais importantes… e o que eu não souber eu REZO pra não cair. HUAHAUHAUHAUAHUAH

x0x0x00x00x0x00xx0xx0x00x0x

Mas o mais importante de tudo é confiar no meu taco.

Porque as matérias de Processo Civil eu sou boa. Eu só precisava tirar um mofinho da memória…. tipo relembrar umas nomenclaturas, umas maneiras como se dão as coisas… detalhes… mas no geral eu sei bem essa matéria.

Empresarial é que eu não lembro de nada… já faz tempo que eu dei essa matéria…

Penal eu também sou boa… mas quanto mais a matéria vai especializando eu vou tendo dificuldade…

Constitucional… a mesma coisa…

E Civil é um Mundo á parte né… pq cada matéria é um livro enorme, cheio de regras, nomes, … aí é foda.

aiiiiii…. deixa eu ir nessa que ainda tem muito trabalho a ser feito. 😦

Eu tenho 25 questões pra acertar amanhã…. 25 bolinhas pra marcar no quadradinho certo. 😂 Jesus… me ajuda. çocoooorrrr

Maratonando…

Captura de Tela 2020-02-28 às 04.57.57

A gente começa a maratonar com Red Bull e ouve essa música…

Depois quando dá 4:56 da manhã, você já leu uma porrada de página, resolveu quase umas 30 questões você já tá como…

Captura de Tela 2020-02-28 às 04.38.12

Preciso melhorar… ainda tô com 71% de aproveitamento nos estudos nos últimos 7 dias sendo que ainda nem peguei o começo das matérias pra estudar!

x0x0x0x0x0x0x0x0x00x00x0x00x0x

Lavagem de Dinheiro… Um pouco de estudos sobre meu curso de Compliance.

Captura de Tela 2020-02-16 às 12.48.51

A “lavagem de dinheiro”, também chamada “lavagem de capital” ou “branqueamento de capitais”, pode ser explicada vulgarmente (e de modo reducionista) como o processo de mutação do “dinheiro sujo” (produto criminoso) em “dinheiro limpo” (aparentemente regular).

Trata-se, em verdade, da manobra delitiva de introdução no sistema econômico e financeiro oficial dos produtos auferidos com práticas criminosas (anteriores).

O próprio artigo  da Lei n. 9.613/98 define a lavagem de dinheiro como “ocultar ou dissimular a natureza, origem, localização, disposição, movimentação ou propriedade de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de infração penal”.

É inegável, portanto, que o delito de lavagem de dinheiro possui natureza acessória, derivada ou dependente, mediante relação de conexão instrumental e típica com ilícito penal anteriormente cometido (do qual decorreu a obtenção de vantagem financeira, em sentido amplo, ilegal). Diz-se que a lavagem de dinheiro é, nessa linha, um “crime remetido”, já que sua existência depende (necessariamente) de fato criminoso pretérito (antecedente penal necessário).

Certo é que o crime organizado disponibiliza fundos incalculáveis e envolve milhares de pessoas, com sistema funcional implantado e bem estruturado. Entretanto, apesar de se tratar de uma atividade altamente lucrativa, para serem utilizados seus rendimentos é imprescindível a ocultação de sua origem.

Desta necessidade de uso, movimentação, ocultação e disposição de ativos oriundos das mais variadas espécies do comércio criminoso surge a lavagem de dinheiro, com a finalidade de evitar que se descubra a cadeia criminal, bem como a identificação de seus agentes.

Sendo pacífico que as organizações criminosas, de modo geral, têm sua atuação no eixo dinheiro/poder e que o seu êxito está intimamente vinculado ao sucesso da lavagem de dinheiro, há um forte impulso para que estas organizações pratiquem o referido processo de reciclagem.

Ocorrida a reciclagem do dinheiro, este pode ser investido sem levantar suspeitas e contribuir para que os seus detentores eliminem empreendimentos legítimos sob a cobertura de atividades honráveis[3], gerando o inegável risco de que economias inteiras se submetam ao seu controle, provocando alterações nos mercados financeiros.

Neste contexto, vários países fomentam seus aparelhos de cooperação internacional para a persecução de crimes de lavagem de capitais e outros praticados por organizações criminosas.

Diante da importância deste assunto, e dos efeitos devastadores provocados por este delito, Vladimir Aras defende que os Estados nacionais não podem ignorar, diante da complexa problemática que envolve a questão, o fenômeno da lavagem de dinheiro, uma vez que não se restringe a uma abstração que se cinja a números, pois, ao contrário disto:

“São concretos e às vezes dolorosos, os danos causados à sociedade pela lavagem de dinheiro. De um lado, desemprego, vultosos prejuízos econômicos para empresários e investidores, diminuição dos índices de desenvolvimento humano, corrupção, insegurança pública e redução da arrecadação de impostos e de investimentos em educação e saúde. De outro lado, o enriquecimento ilícito e a utilização indevida de valores oriundos de graves crimes.”

FASES OU TÉCNICAS DE LAVAGEM DE DINHEIRO

Considerando que a lavagem de capitais é um procedimento complexo, pode-se afirmar que a conduta do agente passa por um modus operandi bastante linear e multifacetado. Vários são os métodos ou fases utilizados com a finalidade de lavar o dinheiro:

a) A primeira delas é a fase da ocultação, na qual há uma tentativa dos agentes de conseguir menor visibilidade do dinheiro oriundo da prática de atividade ilícitas. Para tanto, costuma-se utilizar o sistema financeiro, negócios de condições variadas, enfim, emprega “intermediários” que trocarão os valores ilicitamente recebidos.

b) Com a posse do dinheiro, tem início a segunda fase: a cobertura, fase de controle, ou ainda, mascaramento. Consistente em desligar os fundos de sua origem, em outras palavras, fazer desaparecer o vínculo entre o agente e o bem precedente de sua atuação. São comuns múltiplas transferências de dinheiro, compensações financeiras, remessas aos paraísos fiscais, superfaturação de exportações, dentre outros.

c) Finalmente, o dinheiro deve retornar ao circuito econômico, transparecendo a imagem de produto normal de uma atividade comercial, é a chamada fase de integração. Neste momento, há a conversão de dinheiro sujo em capital lícito, adquirindo propriedades e bens, constituindo estabelecimentos lícitos, financiando atividades de terceiros, além de investir parte deste dinheiro na prática de novos delitos.

CRIMINALIZAÇÃO DA LAVAGEM DE DINHEIRO

Cumpre ressaltar que o início das preocupações mundiais com a lavagem de dinheiro data da Convenção de Viena de 1988, ocasião em que os membros da Organização das Nações Unidas aprovaram a Resolução que os obrigava a penalizar a lavagem de capitais oriundos do tráfico de entorpecentes.

Desde então, várias nações passaram a inserir no seu corpo de normas, dispositivos legais reservados a reprimir a utilização de bens, direitos ou valores provenientes, direta ou indiretamente, de crimes.

Neste sentido, Roberto Podval, ao discorrer sobre o bem jurídico do delito de lavagem de dinheiro, assevera que:

“O que se nota é que a criminalização da lavagem de dinheiro surge como forma de coibir o tráfico ilícito de entorpecentes, já que não obstante a intervenção do Direito Penal nessa matéria (através de leis cada vez mais severas e com penas menos brandas), tal criminalidade não só persiste como aumenta. Assim, uma vez evidenciada a impossibilidade de o Direito Penal evitar o tráfico de drogas, houveram por bem os Estados punir suas conseqüências”.

Observa-se, portanto, que frente à fracassada e inoperante estratégia de atacar as antecedentes atividades ilícitas, há um redirecionamento do Direito Penal em controlar os efeitos destas, quais sejam, os fluxos financeiros oriundos das primeiras atuações ilegais.

Seguindo, portanto, a mesma tendência mundial e diante dos índices de ocorrências envolvendo crime organizado, desvio e lavagem de dinheiro, provenientes de variadas transações ilícitas, e da inserção destes temas no rol de destaque da construção dogmática e da política criminal, houve nítido interesse do Direito Penal Brasileiro em atingir um efetivo controle da circulação de capitais e suas origens, por meio da criminalização desta multimencionada conduta. Ademais, a base ética à criminalização consistiu em evitar que a circulação do dinheiro sujo em circulação no mercado, bem como impedir que o dinheiro lavado proporcione outros ilícitos.